O Guia Essencial Para Falar Espanhol Como Um Verdadeiro Argentino

capital da argentina

 

Por alguma razão, talvez depois de assistir Evita ou de degustar a sua primeira empanada (pastel recheado de carne), você decidiu assumir o espanhol argentino.

Parabéns: Você está prestes a experimentar um dos sotaques espanhóis mais peculiares do mundo.

Então “por que se dar ao trabalho?” você pode perguntar-se,  já que peculiar quer dizer muito diferente do sotaque dos outros. Vamos checar? 

 

Para quê aprender gírias em espanhol Argentino?

Você já pode contar com um enorme impulso nos seus estudos, afinal, o nível de dificuldade (por nunca ter escutado antes), será para seus ouvidos um treino sólido e fará você usar o espanhol em qualquer outro país desta língua facilmente. Uma vez que você dominar o espanhol argentino e algumas gírias, conversar com nativos vai parecer um passeio no parque.

Permitirá que você passe algum tempo em um país deslumbrante cujo idioma seja o espanhol. E você estará em boa companhia; os gigantes literários como Borges e Cortázar, os criadores do tango, e uma população inteira com fama por seu incomparável bom trabalho, em diversas áreas.

Vamos lá!

 

Como falar como um verdadeiro argentino

Se você quer falar como um verdadeiro argentino, você tem que aprender a falar como os portenhos. Os portenhos, como os nascidos em Buenos Aires são comumente chamados (a palavra é derivada do Puerto (Porto) e refere-se ao “povo do porto”), são reputados por sua maneira altamente expressiva no discurso.

Uma onda de imigração italiana no início do século XX é dona de grande parte da culpa; os imigrantes adotaram o espanhol como sua nova língua, mantiveram da sua Península nativa (Itália) canções, entonações, gestos expansivos… e as tendências a serem mulherengos.

 

Lidando com o som “sh / j” do espanhol argentino

Espanhol Argentino ou Porteño é mais facilmente identificado pelo peculiar som “sh”.  E onde se costumava pronunciar os sons “ll” e “y”, são pronunciados como um “ye” no resto do mundo de língua espanhola.

Calle (rua), por exemplo — normalmente pronunciado “caye” — torna-se “cashe” ou “caje”em espanhol argentino.

O mesmo vale para os sons de “y”. Tuyo (seu) — normalmente pronunciado como escrito — torna-se “tusho” ou “tujo”.

Pode demorar alguns dias para se acostumar com esta nova pronúncia, mas uma vez que você consiga, nunca vai querer voltar.

 

O “TU” em espanhol argentino

Esqueça tudo o que você já aprendeu sobre a segunda pessoa do singular; (você), pois não existente na Argentina. Em vez disso, prepare-se para ser abordado com um “vos” em uma forma conhecida como o voseo. A conjugação para esta forma particular difere ligeiramente de . A maior diferença é na conjugação do verbo ser (ser).

Como um estrangeiro, você frequentemente será perguntado, “¿De dónde sos?” e anos de educação formal em espanhol não podem prepará-lo para esta surpreendente mudança do seu já conhecido”De dónde eres?” (“De onde você é?”). Mas agora você vai saber para não responder alguma coisa desconcertante (ao seu interlocutor).

Em vez de “tú eres” (você é), você vai ouvir “vos sos” (vós sois) na Argentina.

Aqui vão algumas dicas de como você deve conjugar vos com verbos terminados em – ar,-er e – ir. Como regra geral, sempre enfatizam a conjugação (fim da palavra), como indicado pelos respectivos dialetos.

 

Hablar (falar):
Tú hablas vos hablás (colocando a ênfase sobre o “á”)

 

Querer (querer):
Tú quieres vos querés (colocando a ênfase sobre o “eu”)

 

Salir (ir):
Tú sales → vos salís (colocando a ênfase sobre o “i”)

 

Agora que você tem a chave para a pronúncia básica das conjugações, vamos explorar o mundo expansivo das gírias Argentinas.

 

As Expressões do Espanhol Argentino

Estas são expressões comuns, que você pode usar durante uma conversação.

Che- [Ei] A maneira mais utilizada para obter a atenção de alguém. Para comportar-se como um nativo, sinta-se livre para adicionar boludo (cara) à sentença. Esteja ciente, no entanto, que ” boludo “ é muito informal e poderia ser visto como uma expressão rude em alguns contextos — use apenas com seus amigos mais próximos ou em situações informais.
Como em, “Che boludo, ¿me pasas la ultima empanada?” (Ei cara, me passa a última empanada?).

 

Viste [Entenda / Veja] Geralmente usado para começar uma frase ou de salientar um ponto.
Como em, “Viste, Messi es el mejor jugador del mundo” (Veja, Messi é o melhor jogador do mundo ) ou “Viste! Ganó Messi como lo había dicho “(Veja! Messi ganhou como eu tinha dito).

 

Ni en pedo – [De jeito nenhum] Vem da expressão en pedo (bêbado) e significa literalmente “nem bêbado eu faria isso”. Mas, como “che boludo “, é outra expressão que poderia ser interpretada como rude, se utilizada no contexto errado, mais uma vez, guarde isso para seus amigos íntimos ou situações informais.
Como em, “Ni en pedo iría a Chile” (eu nunca iria ao Chile).

 

Posta – [de jeito nenhum] – mas em um sentido afirmativo, como quem diz: você acredita?!. Geralmente usado como uma interjeição depois que alguém lhe contou algo estranho ou notável, extraordinário.
Como em, “Me dieron el puesto” – “Posta!” (Me deram o emprego – Incrível!)

 

Barbaro – [Fantástico, Incrível, Impressionante].
Como em, “Este lugar es barbaro” (este lugar é impressionante).

 

espanhol argentino

 

Espanhol Argentino: sedução com gírias

Homens argentinos de boa aparência, realce e destaque são mundialmente conhecidos por seu discurso apaixonado e perseguição implacável. Mas as mulheres do mundo, cuidado: ele pode chamá-la de “o mais belo anjo que anda na terra”, mas ele deve provavelmente estar chamando outras 15 garotas da mesma forma. Aqui estão algumas dicas de linguagem, algumas essenciais, para lidar com os pretendentes argentinos :

 

Chamullero – jogador ou fala mansa.
Como em, “Qué chamullero, siempre está buscando chicas” (Que jogador, ele está sempre olhando para as meninas).

 

Chamullar – a conversa mansa.
Como em, “não me chamulles” (não jogue a sua lábia).

 

Piropo- cantada, elogio.

Estes são os homens que geralmente soltam cantadas para mulheres na rua, com ou sem o conhecimento ou consentimento da mulher.
Como em, “Estoy cansada de escuchar piropos a cada rincón” (Estou farta de ouvir cantadas em cada esquina).

 

Chabon – cara.
Como em, “El chabon allá me dio una flor” (O cara ali me deu uma flor).

 

Mina – jovem garota.
Como em, “La mina me mira de manera rara” (A garota me olha de forma estranha).

 

Tirar onda – a flertar.
Como em, “Me tiro onda pero no estaba interesada” (Ele flertou comigo mas eu não estava interessada).

 

Discutir o trabalho e dinheiro em espanhol argentino

A economia Argentina pode desmoronar de tempos em tempos (a última crise financeira em 2001 foi nada comparada às crises do passado, argentinos mais velhos vão garantir isso a você), muitas vezes resultando em alta da inflação e instabilidade. No entanto, apesar disso — ou talvez por causa disso — argentinos são pessoas extremamente resilientes e animadas. Aqui está uma lista de termos que você precisa para discutir o mercado de trabalho informalmente ou com gírias:

 

Laburo – trabalho ou emprego. Também usado como um verbo, laburar .
Como em, “Me gusta mi laburo” (Eu gosto do meu trabalho).

 

Al pedo- entediado ou inútil. Não deve ser confundido com en pedo (bêbado).
Como em, “Como no tenía un laburo el verano pasado, lo pasé al pedo”  (Como eu não tinha um trabalho no verão passado, eu estava entediado).

 

Mango – outra maneira de expressar a moeda Argentina, o peso.
Como em, “Me costó dos mangos” (Custou-me dois pesos).

 

Colectivo – Ônibus de Buenos Aires.
Como em, “Tomá el colectivo 126 para llegar al centro” (Pegue o  ônibus 126 para chegar ao centro).

 

Cheto – rico ou esnobe. Pode se referir a pessoas ou lugares.
Como em, “No me gusta Recoleta (barrio)es demasiado cheto” (Não gosto de Recoleta(bairro), é muito arrogante).

 

Gírias espanholas para sobreviver à vida noturna interminável na Argentina – Fabulosas!!

A Vida noturna Argentina leva à resistência e à resiliência. Na verdade, te aconselho a tirar uma soneca antes de sair (a maioria dos argentinos faz isto antes desta maratona) para sobreviver a longa noite à frente, considerando que você não terá como dormir até as 10h da manhã do dia seguinte.

Isso está correto: uma típica previa (sessão de pré-jogo) começa por volta das 23:00 ou meia-noite. Você vai a uma festa ou clube em torno de 2 ou 03:00 e então normalmente nada será feito até que você tenha fome, no café da manhã, e mal consiga ficar de pé. Aqui está algum vocabulário essencial, que você pode precisar neste tipo de ocasião:

 

Joda – festa.
Como em, “Mañana hay la joda de Enrique” (Amanhã tem a festa de Enrique).

 

En pedo –  bêbado.
Como em, “Estuvo en pedo anoche” (Estive super bêbado ontem).

 

Birracerveja (tirada do inglês).
Como em, “Vamos a comprar unas birras” (Vamos comprar umas cervejas).

 

Boliche – boate.
Como em, “Pasan música electro en este boliche” (Eles tocam música eletrônica nesta boate).

 

Quilombo – uma bagunça, uma confusão.
Como em, “Qué quilombo llegar al centro con este tráfico” (Que confusão chegar ao centro com todo este tráfego).

 

Copado –  Legal
Como em, “Es muy copado el chabón” (Esse cara é muito legal).

 

Então, chegamos ao fim desta viagem cultural. Dê um giro intenso pelo espanhol argentino, de preferência ao som do tango! Olé!

 

Quanto a você!?

Você já pensou em conhecer, ou já conhece, a Argentina? O que você sabe sobre a cultura da argentina?

Avise-me, usando a seção de comentários abaixo.

Obrigada pela leitura e espero que tenham gostado deste artigo.

 

Inscreva-se usando o formulário abaixo para receber um Áudio Curso de Espanhol e ser avisado sobre os meus próximos artigos diretamente no seu e-mail.

 

 

Autora: Bianca Salvetti

Compartilhe Com Seus Amigos
/

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *